Última atualização em .

Em setembro foram criados 34.392 postos de trabalho

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), o estoque de emprego formal no Brasil apresentou expansão em Setembro de 2017. O crescimento foi de 34.392 postos de trabalho, equivalente à variação positiva de +0,1% em relação ao estoque do mês anterior. Esse resultado decorreu de 1.148.307 admissões e de 1.113.915 desligamentos. No acumulado do ano, houve crescimento de 208.874 empregos, representando expansão de 0,5% em relação ao estoque de dezembro de 2016. Nos últimos doze meses, verificou-se uma redução de -466.654 postos de trabalho, correspondente à retração de -1,2% no contingente de empregados celetistas do País em relação a setembro de 2016.

Em termos setoriais, os dados mostram que metade dos oito setores de atividade econômica apresentaram crescimento no nível de emprego. Destacaram-se, pela ordem, Indústria de Transformação (+25.684 postos), Comércio (+15.040 empregos), Serviços (+3.743 vínculos empregatícios) e Construção Civil (+380 postos). Por sua vez, apresentaram saldos negativos os setores da Agropecuária (-8.372 empregos), Serviços Industriais de Utilidade Pública (--1.246 postos), Administração Pública (-704 postos) e Extrativa Mineral (-133 postos).

O setor da Indústria de Transformação foi o grande destaque do mês de Setembro/2017. Registrou saldo positivo de 25.684 empregos, em decorrência do crescimento verificado em dez dos doze subsetores que compõem a atividade industrial, principalmente:

·         Indústria de produtos alimentícios, bebidas e álcool etílico (+16.982 empregos);

·         Indústria química de produtos farmacêuticos, veterinários, perfumaria (+3.914 vínculos empregatícios);

·         Indústria têxtil do vestuário e artefatos de tecidos (+2.345 postos);

·         Indústria da Madeira e Mobiliário (+2.325 empregos);

·         Indústria metalúrgica (+1.666 postos); e

·         Indústria do material de transporte (+1.070 vínculos empregatícios).

Os subsetores da Indústria de Transformação que registraram saldos negativos foram:

·         Indústria da borracha e do fumo (-4.042 empregos); e

·         Indústria de calçados (-466 postos).

No recorte geográfico, verificou-se que três regiões apresentaram crescimento do nível de emprego em Setembro/2017, com destaque para a Região Nordeste:

·         Nordeste (+29.644 postos);

·         Sul (+10.534 postos); e

·         Norte (+5.349 postos).

Por sua vez, a Regiões Sudeste e Centro-Oeste apresentaram saldo negativo, da ordem de -8.987 postos e -2.148 empregos, respectivamente.

      Abaixo a evolução mensal

Pingbacks

Pingbacks estão abertas.

Trackbacks

Trackback URL

Comentários

Ainda não há comentários.

Publique seu comentário