Última atualização em .

Tá tranquilo, tá favorável

Em dia de análise do texto da reforma da previdência e provável adiamento para votação da reforma da previdência, mercado assimilou bem os andamentos mesmo com o atraso para o início da sessão prevista para 13:00 enquanto o relator Samuel Moreira (PSDB/SP). O índice Ibov iniciou o dia em baixa só veio se firmar em campo positivo apenas no horário da tarde. Vejo um novo patamar para o Ibov com essa resistência dos 100k dando lugar para 125k e suporte saindo dos 90k para os 97,2k.

Os destaques de ontem foram para Itaú +1,72% (ITUB4), Ambev +4,08% (ABEV3), Bradesco +1,35% (BBDC4), Petrobrás ON +1,02% (PETR3), e Petrobrás PN +1,16% (PETR4). Bovespa subiu 1,43% aos 102.043 pontos. Dólar caiu 0,43% a R$ 3,825.

No cenário exterior, O índice DJ bateu alta recorde a 26.966 pontos após a nomeação por Trump de 2 economistas pró redução das taxas de juros nos EUA para a direção do FED. Além do mais, dados de emprego sendo apresentados do consenso. Ambos os fatos fizeram os rendimentos dos Treasuries recuarem intensamente o que trouxe liquidez e apreciação da bolsa americana.

 

Pingbacks

Pingbacks estão abertas.

Trackbacks

Trackback URL

Comentários

Ainda não há comentários.

Publique seu comentário