Última atualização em .

Todo mundo se dando bem, e a gente  só segurando vela

Mercado financeiro global está tracionando rally de alta... Já o Brasil...

O Dow Jones fechou estável nessa quinta-feira, com os investidores digerindo dados mistos e ganhos corporativos. Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego aumentaram inesperadamente para o maior patamar de dois meses de 419K na última semana, levantando mais preocupações sobre a força da recuperação do mercado de trabalho em um momento em que o mercado já está ficando um pouco nervoso com a disseminação da variante Delta do coronavírus. Enquanto isso, as vendas de casas próprias aumentaram em junho pela primeira vez em cinco meses, à medida que o estoque de moradias melhorou. No front corporativo, os resultados dos lucros da AT&T, Abbot, Biogen e Blackstone foram melhores do que o esperado conforme minhas expectativas. A Intel também deve apresentar um relatório hoje, após o fechamento. Até agora 21:18 que escrevo esse post, 15% das emprsas listadas no S&P 500 reportou lucro, com 88% superando as estimativas de mercado. O S&P 500 e o Nasdaq 100 de alta tecnologia terminaram em alta, estendendo os ganhos pela terceira sessão consecutiva, conforme os investidores voltaram seus olhos (e bolsos) para investir em empresas de tecnologia.

Aqui no Brasil segue rescaldo das notícias que escrevi ontem de Bolsonaro dando maior protagonismo ao Centrão em seu governo, inclusive nomeando o Ciro Nogueira, um esquerdista extremado, devoto de São Lula, para ser ministro da Casa Civil (onde já se viu?). O Bovespa subiu 0,17% aos 125.146 pontos. Os destaques de hoje foram para Ambev (ABEV3) -0,99%, Itaú (ITUB4) -1,02%, Bradesco (BBDC3) -1,00%, Petrobrás ON (PETR3) +0,14% e Petrobrás PN (PETR4) -0,22%. Até o dólar subiu hoje...

Pingbacks

Pingbacks estão abertas.

Trackbacks

Trackback URL

Comentários

Ainda não há comentários.

Publique seu comentário