Última atualização em .

Qual meu objetivo enquanto empreendedor? Qual o objetivo da minha empresa? Quanto é o lucro? Quanto sobrou no caixa? Estas perguntas estão nas cabeças dos empreendedores, antes de respondê-las vamos ver uma historinha. Seu José era um pipoqueiro que trabalhava na porta de uma escola, depois de muita luta conseguiu fazer com que seu filho se formasse em administração. José Junior praticando o que estudou, foi fazer uma consultoria para seu pai. Observou que o mesmo pegava o apurado do dia, comprava milho para o dia seguinte e o resto usava nos gastos pessoais. Diante disto propôs uma revolução: fez gráficos, calculou índices e projeções, sugeriu um empréstimo bancário, contratação de pessoal, contador, compra de um veículo e mais dez carrinhos. Seu José seguiu todos os conselhos do filho, mesmo sem entender nada do que tinha naqueles benditos gráficos. Montou uma indústria e aumentou sua participação no mercado. Na primeira reunião de avaliação a única coisa que seu José entendeu entre palavras como, EBITDA, LAIR, LAJIR e outras, era uma chamada Lucro, mas, o que ele não entendia realmente, é que,  no bolso não tinha aquele valor todo, José Junior explicou que o lucro estava  no estoque de milho, no pagamento do principal da dívida,  no fluxo de caixa e o resto era o valor da sobra.  José Junior ainda argumentou que o projeto era em longo prazo e que valia a pena investir, o EBITDA era muito bom. Seu José olhou o valor da sobra e era exatamente a mesma quantia que sobrava no tempo que só tinha um carrinho. Depois de todos os projetos, controles, relatórios ele ficou com saudades da época que só precisava saber fazer pipoca. Então, não pensou duas vezes, passou a empresa para o filho, pegou seu velho carrinho e voltou para porta da mesma escola. Para responder qual?, além dos relatórios, é preciso observar o mundo ao seu redor, enxergar a si próprio e as pessoas. O sucesso ou fracasso de um empreendimento pode estar na característica de quem faz a empresa ou simplesmente na localização geográfica da mesma. Para responder quanto? as planilhas e relatórios gerenciais podem mostrar o valor financeiro, mas o investimento humano individual somente cada um pode ponderar. Seu José, por exemplo, achou que a energia que ele iria investir no negócio era muito grande para um retorno em longo prazo, ele só queria vender pipoca e era feliz fazendo isso. José Junior pensava como empreendedor, queria um futuro grandioso para ele e o pai, e sabem de uma coisa? Os dois estão certos, dentro de suas aspirações e perspectivas. Uma visão atualizada da realidade (qual?), aliada a uma mensuração numérica (quanto?), são balizadores seguros e necessários a qualquer empreendedor que queira equilibrar sua empresa no presente e plantar um futuro de sucesso. [caption id=attachment_932 align=aligncenter width=750]Financial Financial success concept[/caption]

Pingbacks

Pingbacks estão abertas.

Trackbacks

Trackback URL

Comentários

Ainda não há comentários.

Publique seu comentário