Última atualização em .

Bovespa mais alto que os céus

O principal índice de ações do Brasil subiu pela quarta sessão consecutiva nessa segunda-feira, com o benchmark Bovespa fechando acima de 126.000 pela primeira vez na história, impulsionado por ganhos no setor de materiais pesados. Em termos de dados, as finanças públicas brasileiras melhoraram significativamente em abril, com a conta do orçamento nominal passando para um superávit de R$ 30,0 bilhões em abril de 2021, de um déficit de R $ 115,8 bilhões um ano atrás. Somando-se ao tom de alta, vieram os comentários do ministro da Economia, Paulo Guedes, que observou que a economia está em sólida trajetória de crescimento e pode crescer acima da previsão oficial de 3,5% neste ano. Além disso, a pesquisa Focus do banco central mostrou que as projeções de PIB para 2021 foram revisadas para 3,96% de 3,52% uma semana antes. As projeções de inflação subiram para 5,31% de 5,24% em 2021 e para 3,68% de 3,67% em 2022. No mês de maio, a Bovespa subiu mais de 6%, registrando seu terceiro mês consecutivo de ganhos.

O Ibovespa fechou em alta de 0,52% aos 126.215 pontos, uma máxima histórica. Os destaques de hoje foram para Ambev (ABEV3) +0,56%, Itaú (ITUB4) -0,30%, Bradesco (BBDC3) -0,09%, Petrobrás ON (PETR3)  -0,22% e Petrobrás PN (PETR4) -0,44%.

Pingbacks

Pingbacks estão abertas.

Trackbacks

Trackback URL

Comentários

Ainda não há comentários.

Publique seu comentário