Última atualização em .

Ibovespa fecha no sexto recorde seguido...

O Dow Jones terminou no vermelho, enquanto o S&P 500 fechou praticamente estável na segunda-feira, com os investidores aguardando novos dados do IPC, comentários do secretário do Tesouro Yellen e uma taxa de imposto corporativa mínima global acordada pelo G7 durante o fim de semana. Enquanto isso, A Nasdaq apagou as perdas do dia e terminou o pregão em alta, com as ações do Facebook subindo cerca de 2%. As ações da Biogen subiram mais de 30% depois que o FDA aprovou o tratamento de Alzheimer da empresa. No campo dos dados econômicos, a taxa de inflação anual dos EUA com vencimento na quinta-feira deve saltar para 4,7%, que seria a taxa mais alta desde setembro de 2008, aumentando as preocupações de que o Federal Reserve começará a reduzir os estímulos fiscais em breve. Enquanto isso, a secretária do Tesouro, Janet Yellen, novamente defendeu o pacote de gastos de US$ 4 trilhões do presidente Biden, mesmo que empurre a inflação para cima, e também disse que taxas de juros mais altas seriam um ‘plus’ para os EUA. Estaria os EUA "venezuelando"?

Aqui no Brasil, ímpeto de estrangeiros e otimismo com reformas fez o Ibovespa atingir a 6ª máxima histórica consecutiva. O Ibovespa fechou em alta de 0,50% aos 130.776 pontos, tendo atingido os 131.200 pontos, recuando no decorrer da tarde com derrocada de ações de commodities. É a Era do Otimismo e confio muito que estamos em direção dos ~150 mil pontos. Os destaques de hoje foram para Ambev (ABEV3) +1,14%, Itaú (ITUB4) +2,35%, Bradesco (BBDC3) +1,37%, Petrobrás ON (PETR3) -0,73% e Petrobrás PN (PETR4) -0,74%. 

Pingbacks

Pingbacks estão abertas.

Trackbacks

  1. sex em #

    Ibovespa fecha no sexto recorde seguido... | FBC

Trackback URL

Comentários

Ainda não há comentários.

Publique seu comentário