Última atualização em .

Pauta resolvida, mercados voltam a subir

Mercado dos EUA registram pequenos ganhos com o testemunho de Powell hoje

O Dow Jones e o S&P fecharam em alta pela terceira vez em quatro dias na quarta-feira, com os investidores digerindo comentários do chefe do Federal Reserve, Jerome Powell, sugerindo que o banco central não tem pressa em desacelerar os estímulos emergenciais para a economia americana, apesar da pressão crescente dos preços. Powell disse que a inflação provavelmente permanecerá elevada nos próximos meses, temporariamente impulsionada por efeitos de base, antes de moderar; embora ainda haja um longo caminho a percorrer antes que o mercado de trabalho se recupere totalmente do impacto da pandemia. Em outros mercados, mais relatórios de bons resultados corporativos foram divulgados, com o Bank of America, Citigroup, Wells Fargo, PNC e BlackRock superando as expectativas dos analistas. Na frente política, os democratas do Senado concordaram com uma conta de gastos de cerca de US$ 3,5 trilhões a ser incluída em uma resolução orçamentária que será debatida em breve. Enquanto isso, o Nasdaq terminou 0,2% em queda, mesmo com a Apple atingindo um recorde histórico ao pedir aos fornecedores que aumentassem a produção de seus iPhones em 20%.

Aqui no Brasil Bovespa subiu acompanhando bom humor internacional embora com dois grandes sustos que maracaram o pregão do dia: 1) a queda da Atividade do BC de maio e a internação do presidente Bolsonaro. Bovespa fechou em leve alta de 0,19% aos 128.406 pontos. Os destaques de hoje foram para Ambev (ABEV3) +0,62%, Itaú (ITUB4) +0,13%, Bradesco (BBDC3) +1,27%, Petrobrás ON (PETR3) -0,67% e Petrobrás PN (PETR4) -0,82%. 

Pingbacks

Pingbacks estão abertas.

Trackbacks

Trackback URL

Comentários

Ainda não há comentários.

Publique seu comentário